Recursos

Definição de marketing de permissão

O marketing de permissão refere-se a uma forma de publicidade em que o público-alvo tem a opção de optar por receber mensagens promocionais. O conceito de marketing de permissão foi popularizado por Seth Godin, empresário e autor. Ele discutiu pela primeira vez a ideia de marketing de permissão em seu livro Marketing de permissão: transformando estranhos em amigos e amigos em clientes.

O marketing de permissão é caracterizado como antecipado, pessoal e relevante. Muitas vezes, é posicionado como o oposto do marketing direto, onde o material promocional é tradicionalmente enviado para uma ampla população de clientes sem o seu consentimento.

PRINCIPAIS CONCLUSÕES

  • O marketing de permissão é uma forma de publicidade em que o público tem a opção de optar por receber mensagens promocionais.
  • Formas comuns de marketing de permissão incluem optar por receber atualizações como parte de uma lista de e-mail.

Entendendo o marketing de permissão

O marketing de permissão aumentou em popularidade, principalmente no que diz respeito ao marketing digital. As atualizações de e-mail de assinatura são um bom exemplo de marketing de permissão.

Os usuários podem optar por receber e-mails periódicos com atualizações e ofertas com base nos interesses que expressaram quando se registraram em um site ou outro ponto de contato com o consumidor. Inscrever-se, neste caso, é o ato de dar permissão e se deixar comercializar.

Vantagens do marketing de permissão

O marketing de permissão é uma maneira barata e eficaz de criar um relacionamento com um cliente em potencial. O uso de plataformas digitais com acesso direto aos consumidores, como e-mail ou mídias sociais, elimina muitos dos custos indiretos  que os canais tradicionais, como mala direta e anúncios impressos, devem assumir.

Além disso, o principal benefício do marketing de permissão é que, como os usuários se auto-selecionam para receber mensagens de marketing, é provável que sejam leads de maior qualidade para os profissionais de marketing.

O opt-in do cliente potencial torna mais provável que ele leia o conteúdo e absorva as mensagens de marketing porque já demonstrou interesse. Enquanto outras formas de publicidade podem atingir um público maior, o marketing de permissão permite relacionamentos e interações mais valiosos com potenciais futuros clientes.

Marketing de permissão versus marketing direto tradicional

O marketing direto no sentido tradicional é muitas vezes marketing cego – pouco se sabe sobre o público-alvo além do código postal. Por exemplo, um corretor de imóveis pode enviar um cartão postal com seus detalhes para cada casa que tenha um CEP específico em uma determinada área.

Uma abordagem de marketing de permissão envolveria um agente imobiliário usando um blog para compartilhar conteúdo sobre preços de imóveis, taxas de hipoteca, e dicas sobre como vender uma casa específica para essa mesma área.

O blog pode mostrar um link para um boletim informativo por e-mail que solicita ao usuário que responda a perguntas básicas que ajudam o agente imobiliário a determinar quais serviços podem precisar. Por exemplo, “Quando você comprou sua casa atual?” ou “Você pretende comprar uma casa no próximo ano?”

Essas informações podem ser usadas para segmentar e-mails em diferentes listas e personalizar ainda mais o conteúdo. Esse tipo de comunicação cria um relacionamento com os assinantes. Quando chegar a hora de vender ou comprar um imóvel, eles provavelmente entrarão em contato com o agente imobiliário que já está se comunicando com eles e com quem eles se relacionam.

 

Avalie este post
[Total: 1 Average: 5]

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe um comentário

*

Seja o primeiro a comentar!

Por gentileza, se deseja alterar o arquivo do rodapé,
entre em contato com o suporte.
x

Este site usa cookies e outras tecnologias similares para lembrar e entender como você usa nosso site, analisar seu uso de nossos produtos e serviços, ajudar com nossos esforços de marketing e fornecer conteúdo de terceiros. Leia mais em Política de Cookies e Privacidade.